Sou adotado, posso fazer o teste de DNA?

Sou adotado, posso fazer o teste de DNA?

Essa pergunta aparece muitas vezes e fico muito feliz em saber se nossos seguidores se sentem acolhidos em dividir essa questão conosco. Vamos conversar sobre isso?

É realidade para muitas pessoas negras não conhecer os seus pais biológicos e terem relações ambíguas quanto a possibilidade de descobri-los em um teste de DNA. Quanto a isso eu já lhe informo, pode ficar tranquilo, você só habilitará a procura por parentes (pessoas que compartilhem de uma estrutura genética semelhante a sua) caso você queira! Essa possibilidade é ocultada para os que não possuem interesse em efetuar essa busca.

O teste de DNA de Ancestralidade Global irá trazer informações quanto a sua ancestralidade em formas de porcentagem, como a foto abaixo, e não haverá em momento algum citações de pessoas ou nomes em seus resultados. Você também não saberá a composição genética de seus pais biológicos. 

 

O teste também não precisa de uma amostra de DNA dos seus pais biológicos para fazer a análise laboratorial e descobrir de onde vem a sua ancestralidade. Sendo assim, mesmo que você nunca tenha tido contato com seus pais biológicos você ainda pode fazer o teste de DNA e descobrir as suas origens. 

Um dos relatos mais emocionantes que ouvi de uma cliente foi o quão importante era pra ela, filha adotiva, saber suas origens negras e poder passar essa informação para os seus filhos e assim eles teriam um ponto de referência a olhar quando falassem de suas ancestralidades, pois no caso dela, a ancestralidade negra deles começava no corpo dela. Olhem que incrível isso!

Termino fazendo o convite a conversa e caso você queira aprofundar mais esse entendimento ou bater um papo sobre isso, pode nos mandar mensagem pelo WhatsApp e ficaremos muito agradecidas se você compartilhar com pessoas e famílias que possam se interessar pelo assunto. 

Com carinho.

Bia Moremi. 

CEO e Diretora Criativa da Brafrika.

 


Leave a comment

Please note, comments must be approved before they are published